Make your own free website on Tripod.com

Espanhol atrai mais alunos

Idioma já tem turmas cheias na universidade e aos poucos chega também aos colégios

Há alguns anos, quando se pensava em língua estrangeira, muitas pessoas decidiam aprender e estudar o inglês. Hoje, o quadro é um pouco diferente. O espanhol conquista, a cada dia, um número maios de estudantes. Mas, apesar do crescimento expressivo na procura pelos cursos da língua, em função do Mercosul e da globalização, o mercado ainda carece de profissionais, portanto esse é um campo com boas opções de trabalho. O boom para aprender o espanhol já começa a ganhar respaldo até mesmo nas universidades e faculdades do País, que além do inglês e do francês, já aplicam provas com mais essa opção de idioma.

Um dos exemplos do aumento de pessoas interessadas em espanhol pode ser visto nas turmas de Letras da UFMG. Antes, apenas dois ou três alunos em cada turma se especializavam no idioma hispânico. "Atualmente, as turmas estão cheias de alunos direcionados para essa língua. A tendência é que o crescimento continue, já que o mercado está receptivo a esses profissionais", explica a professora de Literatura Espano-Americana da Faculdade de Letras da UFMG, Sara Rojo. Ela conta que até mesmo na universidade o número de professores lecionando espanhol é reduzido - apenas cinco.

No colégio Promove, cerca de 1.800 alunos de 5ª a 8ª série já convivem com o idioma em sala de aula, conhecendo também aspectos culturais da Espanha e países vizinhos. "O espanhol é uma língua muito falada em todo mundo. Além do mais, a intensificação do comércio com países de língua hispânica e a globalização exigem o seu aprendizado", diz a coordenadora de ensino de espanhol nas unidades do Promove, Adriana do Carmo Figueiredo. "Gosto das aulas e quero aprender mais sobre essa língua para usá-la sempre que preciso, como em uma viagem para o exterior", justifica o estudante Bráulio Godoy.

Para os alunos de Letras da UFMG, há especialização em espanhol. O curso tem duração de quatro anos e o profissional pode atuar nas áreas de turismo, tradução simultânea, ensino e comércio exterior. A universidades ainda oferece cursos de extensão para a comunidade. As escolas de idiomas também apostam no aumento pela procura do idioma e muitas antes direcionadas apenas para o inglês - já diversificaram o ensino

voltar