Make your own free website on Tripod.com

Internet, aliada dos estudantes

A rede mundial de informação pode ser uma boa fonte de pesquisa para os estudos, mas ainda é mal utilizada para esse fim.

A Internet, que é uma das principais companheiras de brincadeiras dos adolescentes, também é uma boa colega na hora do vestibular e dos estudos em geral. A rede mundial de informação tem sido utilizada tanto pelos professores, quanto pelos alunos, em vários cursinhos e colégios de Belo Horizonte, como fonte de pesquisa e de transmissão de conhecimentos. O Colégio Promove, por exemplo, além de ter uma homepage, formou sua própria provedora.

O coordenador de Física do Promove, Roberto Lúcio Gonçalves Lute, explica que vários professores da casa montam suas homepages, que ficam disponíveis para serem acessadas tanto no laboratório de informática quanto em casa. Os alunos também podem enviar e-mails para seus professores na busca de solução para algumas dúvidas.

Todas as salas possuem telões ligados aos computadores e quando o professor quer acessar algum site para o uso da classe, projeta-o no telão (salas maiores) ou na televisão (salas menores).

Roberto Lúcio acha que a Internet é uma boa fonte de pesquisa, mas não é muito direcionada para o vestibulando. "O nível técnico de alguns textos é muito alto para a média dos alunos, outras vezes os textos não têm qualidade", diz. Ele acha também que os adolescentes sempre encaram a Internet pelo aspecto lúdico e estão sempre à cata de páginas de humor ou sites de bate-papo.

O professor comenta que mesmo os alunos que são familiarizados com a Internet nunca usam bem os termos técnicos da rede, o que demonstra falta de conhecimento. "Para muitos é apenas lazer", garante.

Para facilitar a vida de seus pupilos, os professores do Promove fazem a pesquisa, selecionam e aglutinam o que interessa em aulas que são formatadas no laboratório da escola e lançadas na rede interna.

No laboratório de informática do Promove trabalha o analista de sistemas Wellison Duarte Monteiro da empresa Trend. É que o Promove terceirizou diversos serviços nessa área. A equipe de Wellison é formada por seis pessoas. Ele diz que os professores chegam com o conteúdo que querem transmitir em suas aulas e os técnicos trabalham em cima disso para formatar a aula, inserindo, inclusive, animações que prendem a atenção dos alunos. Wellison diz que a Internet é também usada nesse processo, para buscar ilustrações e fotos.

Laura Ferreira (Jornal Pampulha, Caderno de Educação, 07/11/98)

voltar